Mesmo desajeitados políticos aderem às redes sociais na web

Prefeito, vereadores e os três deputados eleitos por Araraquara estão conectados à internet com a intenção de mostrar suas ações políticas e divulgar seus discursos. A emergência do meio de comunicação como ferramenta de divulgação política levou o professor e cientista político Carlos Manhanelli a escrever um capítulo extra na sétima edição do seu livro “Estratégias Eleitorais e Marketing Político”, dedicado ao uso da internet no meio político. Erros e acertos são decifrados no texto segundo o autor. “Há mais erros que acertos por parte dos políticos. Infelizmente, eles acessam a internet e postam suas ideias e atos como se fosse uma televisão. Esquecem-se de que na rede o que impera é a interatividade”, afirma o especialista.

Os políticos

O prefeito Marcelo Barbieri (PMDB) recorda que foi um dos primeiros a instalar a internet em seu gabinete em Brasília (DF), em 1995, quando ainda era deputado federal. Na época, muitos políticos, e até mesmo jornalistas, questionavam com quem ele iria se comunicar. “Hoje, o mundo todo gira em torno da internet. Difícil é imaginar como viver sem a rede.”

Barbieri afirmou estar ‘linkado’ à rede, mas admite que anda relapso nas postagens, que ele mesmo faz.

Dos 13 vereadores da Câmara, apenas Pastor Raimundo (PRB) não está no grupo dos internautas. Ele afirma que a internet só lhe serve para ler notícias. “Não sou afeito a outros mecanismos da rede”, afirma.

Já o vereador Carlos Nascimento (PT) lembra que projetos seus têm surgido da interatividade com as redes sociais. “O Teste do Coraçãozinho obrigatório (exame em recém-nascidos para detectar doenças cardíacas congênitas) é um projeto que chegou aqui por meio da história de uma internauta que acabou perdendo um filho por falta desse teste”, relata.

Na Câmara, outro projeto que ganhou força nas redes sociais foi o que deu origem à lei dos rodeios, que eliminou a prática do esporte na cidade.

Na avaliação de Manhanelli, os erros dos políticos é não saber que cada uma das ferramentas da internet — como sites, blogs e redes sociais — tem suas especificidades e que devem ser trabalhadas dentro dessas características.

Fonte: Araraquara.Com

Avalie este artigo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here